terça-feira, janeiro 09, 2007

Menininha...

Minha mãe que conta que andei cedo e aprendi a logo me virar com o peniquinho rosa, sozinha, devido à chegada do meu irmão 1 ano e 2 meses depois de mim. Que dar a volta na casa, saindo pela porta da sala, desbravando o corredor lateral, as aventuras da escada, até chegar na porta da cozinha fez de mim uma menina feliz e realizada por algum tempo. E nas horas do aconchego, eu me agarrava nas pernas dela, já que mais pra cima, chegando juntinho ao colo materno, lá estava Breninho sendo embalado nos seus primeiros sonhos.

Sabe? Gostaria de voltar a ser uma menininha resolvida.

PS - Menina Natália!!! Então você é uma butantense como eu??? Eu moro na Vila Gomes e você?

3 Comments:

Anonymous Lu said...

Muito bom o post Mô!

Que facilidade é ser criança né...
Nada de minhocas na cabeça, nada de receios...

Beijo!

7:07 PM  
Anonymous Natália said...

Também queria ser a menininha da mamãe. Puxa, que saudades daquela fase!
Agora, tem uma baixinha na minha vida, a pequena Esther de 7 meses. Esperta e linda! Já tá quase andando, falando e faz de tudo. Crianças são o máximo!
Só não sei porque que crescem! :D


Nota: Eu moro no Jardim Esther Yolanda, conhece? Mas conheço a Vila Gomes, pois já trabalhei com gente daí!
Ai, Mônica. Somos vizinhas! :D

hahahaha

Beijos.

10:04 PM  
Anonymous Anônimo said...

Mônica,

Também tenho saudades da minha infância, (como irmã mais velha, precisei ser independente cedo!) e por incrível que pareça, da minha adolescência. Às vezes, tenho a impressão de que eu era mais segura na adolescência do que agora, como pode né?

Bjs Cá Saraiva

3:30 PM  

Postar um comentário

<< Home