sexta-feira, dezembro 08, 2006

Menino do pudim

Ando gostando do “menino-do-pudim”. Resolvi chamá-lo assim desde que ele contou uma história que ele e seus amigos roubavam pedaços de pudim e depois juntavam com as mãos para ninguém descobrir o assalto guloso.

Ele me ligou faz alguns minutos e não consegui ser diferente. Minha voz anasalada não é nada charmosa e eu não tive coragem de falar algo fora do script, além do que tinha pra falar. Mas apesar de não torcer pro mesmo time que o meu, de não ter barba (acreditem, parece um menino), de não ter olhos de gato, ando pensando nele.

Ele é doce como pudim, querido como brigadeiro e adora crianças. Está lendo Noah Gordon e recentemente acabou um Saramago. Determinado, atencioso e tem uma carinha meiga de italiano. Ama o que realiza e isso me admira. Simpático como uma tartaruga marinha, está imerso no mundo esportivo. Um adulto jovem, com resquícios de hiperatividade. Tem sorriso de traquinagem. Não sei quantos anos tem, onde nasceu e se tem irmãos ou não. Só sei que não vejo a hora da próxima festa chegar, na semana que vem. Vou atrás de um vestidinho com cara de Mônica e traçar um plano infalível.

2 Comments:

Blogger Madalena said...

Ai, que delícia! Nada como um menino do pudim para dar uma agitada no dia-a-dia... :) boa sorte no seu plano infalível, amiga!
E NÃO faça como eu... saia do script!! Dê um jeito e diga o que tem que ser dito... e que a lua te traga boa sorte! :)

11:07 AM  
Anonymous Carol c r said...

Apaixonada!!! Que ótimo! Quero saber essa história direito... Bjo grande! E que a festa seja ótima!

6:12 PM  

Postar um comentário

<< Home