domingo, agosto 24, 2008

Tatu-Bolinha


Sinto falta de acordar quieta. De ficar calada. De ver as nuvens passarem, sentir o vento bater e o dia desenrolar devagarinho. Minha alma se alimenta do silêncio das montanhas, do jeito acabrunhado das plantas, das variações de verde, dos barulhinhos calmos que a natureza faz quando levanta. Sinto falta da dança do sol, do jeito pra lá de poético quando acaba o dia. Porque eu sou feita de quietude, de afago de brisa, de árvore silenciosa. Porque sou feita de casca para poder me esconder. Porque sou feito o tatu-bolinha. Há momentos que o refúgio da bolinha é imprescindível para se proteger e renovar a energia da alma.

2 Comments:

Anonymous valeria 'pro dia Nascer feliz" said...

Olá...
hoje estive procurando textos sobre o filme Pro dia nascer feliz,sou valeria a menina do sertão que aparece no filme.
Ví seu texto no Blog e confesso que adorei.
Só queria mesmo parabenizá-la.
Ví também no seu texto que você gostaria de ter pedido meu e-mail e não deu tempo.Pois bem,valeriapoesia@hotmail.com.
Xerooo

10:01 AM  
Anonymous valeria said...

Olá...

10:02 AM  

Postar um comentário

<< Home