domingo, julho 16, 2006

Anjo...

Ei, meu anjo loiro!

Embora as horas dancem num ritmo frenético e os minutos não dão conta de se viver tudo, a intensidade dos momentos juntos foi enorme. Quanto tempo que sua pele não fervia na minha e vice-versa... Que seu braços não me acolhia e me fazia sentir a mulher mais feliz. Que seus beijos não me fizesse calar coisas bobas, sem importância... Que nós dois não éramos cúmplices deste destino insano e sem sentido...

Adorei a cidade com casinhas cravejadas nas montanhas. A cidade de ladeiras, de pedrinhas, de saudades instaladas por todo canto... A cidade das igrejas carregadas de almas e histórias da História. Ficaria por muito tempo com meus cabelos ao vento naquele mirante vendo a cidade de longe, com você me fazendo cafuné e eu roçando naquela sua barba gostosa. Aliás, não faça a barba! Ela é um aconchego pra nossa sensibilidade.

Vou guardar com carinho e a sete chaves nossos momentos mais secretos. Delícia de sentir você comigo. Todinho. E este seu cheiro que nunca esqueci... tanto tempo e ele ainda aqui... impregnado na minha memória olfativa... Vai entender estes mistérios da natureza e do coração...

Boa sorte na sua jornada! Você é um homem forte! E eu lhe admiro e acredito em você. Ainda vai longe... basta acreditar e sonhar...

Fique bem, meu anjo e durma tranquilo... amanhã passa rápido e daqui a pouco tudo muda, tudo melhora, a alma aquieta e o coração se esquenta de novo.

Beijos do fundo da alma!

2 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Que beleza! Lindo post, lindos momentos!

Bjos,

Carol

9:51 AM  
Anonymous Fê Favaro said...

"Vou deixar a rua me levar...ver a cidade se acender...a lua vai banhar esse lugar...e eu vou lembrar você..."

Que lindo pedacinho de coração que vc deixou aqui. Paixão é tudibão!

Beijo,
Fernanda (amiga da Ju)

3:15 PM  

Postar um comentário

<< Home